Como abrir uma empresa na Itália

Como abrir uma empresa na Itália

abrir-empresa-italia

Deseja descobrir como criar uma empresa na Itália, porém ainda é inexperiente no assunto? Conheça os pontos e entenda como abrir uma empresa.

Quais os melhores negócios para um brasileiro criar na Itália?
Investir numa determinado mercado e atingir no nicho ideal. Criar uma empresa na Itália não é uma tarefa simples. Geralmente, os melhores negócios para um brasileiro criar no país giram em volta de setores como, alimentos serviços e até abrir franquias de diferentes tipos.

Um Pequeno número de sugestões podem fazer você criar uma empresa como: um hotel ou pousada, oferecer serviços a turistas (guias e acessoria) ou até mesmo tentar uma local de ensino de idiomas. Serviços de necessidades como lavanderias, limpeza, manutenção,entre outros também podem ser rentáveis.

Na gastronomia, comida fresca, sorvetes e vinhos são bem vistos entre os italianos, podendo ser boas opções de investimento.

Posso criar uma empresa com passaporte brasileiro?

Sim. Não é necessário ter passaporte italiano ou ser habitante em algum país da Europa para criar uma companhia na Itália, basta reunir todas as documentações solicitadas, fundura de investimento e um bom Projeto de Negócios para conseguir o visto e enfim montar sua empresa na Itália

Qual o procedimento para criar uma empresa na Itália?

Afinal, como abrir uma empresa na Itália ? Existem um pequeno número de passos a serem cumpridos se quiser ter o seu pedido aceito. Diversos especialistas recomendam que, aqueles pouco familiarizados com a burocracia italiana, procurem um contador contabilista para olhar de todos e cada um dos requisitos necessários.

Entretanto, existem os que preferem caminhar e entender sozinho, consultando os páginas dos órgãos responsáveis pelo encaminhamento da abertura de empresas: a Agenzia delle Entrate (relativa a Receita Federalista ) e a Camere di Commercio.

Com um poderoso projeto de negócios em mãos, é provável encaminhar a solicitação e esperar pelo retorno, que acontece, por volta de 10 dias.

Logo após, será necessário assinar uma escritura pública (atto costitutivo) e o regimento social da empresa ( regimento ), reconhecendo também sua assinatura em um órgão público ítaliano

Partita IVA

Não há como furar empresa na Itália sem que obtenha um código fiscal ítaliano, o Partita IVA. Esta quantidade seria próximo ao CNPJ, e só é obtido mediante ao cumprimento de certos requisitos para iniciar sua empresa.

Capital social

Dependendo do tamanho do negócio, os requisitos mudam, relativamente ao capital social. No caso de uma Sociedade Limitada ( Ltda ), o capital é de 10000€ para pequenas e médias empresas.

Já uma Società per Azioni (SpA) é ensejo a médias e grandes empresas, de quem capital social mínimo é de 120000€..

Tendo esses valores em mente, você precisará furar uma conta em um banco , que vai provar esse capital. Nessa conta, será preciso depositar, no mínimo, 25% do capital social proferido.

Veja também passo a passo de como o que é uma offshore empresas

Registros

O próximo passo será efetuar um registro de VAT ( equipotente ao ICMS) e também na Secretaria de Empresas. O registro é conformado no mesmo dia e possui dispêndio aproximado de 300€. O aval final sobre a franqueza deve ser enviado por um tribunal lugar.

Contabilidade

É relevante que o empresário adquira livros corporativos e de contabilidade para registrar as atas das reuniões, autenticando-os logo depois. Além do rigor quanto as informações a empresa precisa ter um encarregado para conferir as contas.

Para assuntos variados, os livros não precisam de autenticação. Esses exemplares podem ser adquiridos tanto em papelarias quanto em órgãos públicos.

Motivos para empreender na Itália

Se você conhece alguém que abriu alguma empresa na Itália, possívelmente verá como maior é mais complexa a burocracia e as taxas para deixar a empresa ativa.

De outro modo, essas pessoas se mostram completamente satisfeitas com suas escolhas e, apesar do trabalho forte, encontram tempo para aproveitar suas folgas e claro manter sua saúde estável.

Em termos de empreendedorismo, veja as diferenças se empreender na Itália
Preparo e experiência
Como já se pode perceber, para descobrir como criar uma companhia na Itália precisa estar preparado. Com garantia financeira, Projeto de Negócios, autorizações várias e até cursos específicos, o empresárop precisa ter, anos de atuação comprovada na espaço, além de apresentar estimativas de lucros.

Imposto único

Nada disso do que acontece no sistema tributário brasílio, todos e cada um dos países da UE trabalham com uma taxa superior de impostos, o IVA, onde qualquer país é encarregado por fixar seu porcentagem.

No caso da Itália, a taxa normal é de 22% sobre a venda de produtos ou serviços. Em poucos casos, dependendo do gênero de de empresa, esse preço por ser reduzido a taxas de 5% a 10%.

Flexibilidade na contratação

Bom para os empregadores, e nem tão bom para os empregados, na Itália, como em demais países europeus, já tem uma extensa flexibilidade na contratação de novos funcionários. No país, é provável fazer contratos temporários ou em regime freelancer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *