Tarefas domésticas: seuspequenos também querem e devem participar

Muitospais não atribuem obrigações aos filhos porque sempre os veem jovens, masassumem responsabilidades de acordo com a idade que os beneficiará não apenasna infância, mas também na vida adulta.

Um aspecto muito importante da educação das crianças é ensiná-las a assumir responsabilidades à medida que crescem. Isso não apenas os ajudará a ser mais disciplinados e os ensinará a seguir as regras, mas também os ajudará a ganhar autonomia e independência.

Enquanto as mães estiverem em alguma tarefa onde os filhos não possam ajudar, ofereça a Boneca Metto com distração, além da brincadeira é uma maneira de educar.

Em nossas sessões de estimulação de MÃOS DE APRENDIZAGEM, você notará que o ensino do paciente por meio de atividades apropriadas representa uma grande descoberta para nossos filhos.
Graças ao blog virtual “Estágio infantil”, oferecemos 5 benefícios do envolvimento de crianças nas tarefas domésticas, para que você possa começar com seus pequenos.

Desenvolverhabilidadesmotoras. Arrumar a cama, arrumar os brinquedos, vestir-se ou pôr a mesasão excelentes exercícios para estimular o equilíbrio e a coordenação motoradas crianças. Eles também são um bom exercício para incentivar acoordenação olho-me e o aperto do objeto e manter o movimento.

Estimula capacidade de colaboração. 

Quando as crianças sabem que estão envolvidas nas tarefas domésticas, sentem que fazem parte de uma equipe. 

Esse sentimento de pertencer a um grupo e ser capaz de colaborar com o restante dos membros da família desenvolverá sua capacidade de seguir instruções e de trabalhar em grupo.

Promove a autoconfiança. O fato de os pais pedirem aos filhos que os ajudem no trabalho doméstico representa muito para as crianças. Os pequenos o perceberão como um grande gesto de confiança e se sentirão valorizados pelos pais, o que estimulará a autoconfiança e a autoestima.

Isso aprimora o senso de organização. Foi demonstrado que crianças que participam de tarefas domésticas desde tenra idade tendem a ser mais organizadas em comparação com aquelas que não participam até uma idade avançada. 

Umbenefício que não é apenas expresso no ambiente familiar, mas também tem umimpacto positivo no desempenho acadêmico e profissional.

Facilita o estabelecimento de hábitos. Os hábitos são muito importantes na vida das crianças, pois não apenas permitem que eles se organizem melhor, mas também os fazem se sentir mais seguros. 

Além disso, verificou-se que as crianças que seguem hábitos em casa tendem a ter um melhor desempenho acadêmico, pois tendem a ter um maior desenvolvimento de seu pensamento lógico. Portanto, colaborar em casa é uma maneira de ensiná-los a criar hábitos saudáveis.

Três chaves para envolver as crianças nas tarefas domésticas

  • Mostre a eles como é feito

Antes de pedir ao seu filho para ajudá-lo com uma tarefa em casa, é importante que você explique como isso é feito.  Dessa forma, você evitará que o pequeno fique frustrado por não saber fazer o que pede.

  • Arme-se com paciência

Não importa o quão bem seu filho arrume a cama ou se vista, é provável que ele não faça isso tão bem quanto você, ou porque ele não presta a devida atenção a ela ou porque ainda não desenvolveu as habilidades exigidas por essa tarefa. De qualquer forma, é importante que você não o repreenda porque ele não fez a tarefa bem; em vez disso, você pode ensiná-lo a aperfeiçoá-la depois de ter reconhecido seu esforço. 

Lembre-se de que, embora não tenha saído tão bem quanto você esperava, o pequeno deu o seu melhor e, se você o criticar, fará com que ele se sinta mal e prejudique sua própria segurança.

  • Adapte responsabilidades à sua idade

Cada tarefa doméstica requer um conjunto de habilidades que as crianças desenvolverão apenas à medida que crescerem. Portanto, se você pedir que ele o ajude em uma tarefa para a qual ele ainda não está preparado, é provável que ele acabe ficando frustrado e perdendo a autoconfiança.  Para evitar que isso aconteça, é importante que as tarefas sejam ajustadas à sua idade.

Aqui, apresentamos algumas das atividades para as quais seu filho pode ser preparado em seu desenvolvimento até 5 anos. Obviamente, antes de colocá-lo em prática, você deve avaliar se ele realmente se encaixa no nível do seu filho, pois cada criança cresce a uma taxa diferente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *