Chá de chapéu-de-couro efeitos colaterais

cha-de-chapeu-de-couro-efeitos-colaterais

Aprenda agora mesmo neste artigo tudo sobre a erva chapéu de couro, para que serve, benefícios do chá, contraindicações e ainda aprenda a preparar tintura natural.

Para que serve o Chá de chapéu-de-couro?

O Chapéu de couro é uma planta da família das Alismatáceas, também chamada de aguapé, chá de campanha, chá-de-mineiro, chá-do-pobre, congonha-do-brejo, erva-de-bugre, erva-do-brejo, erva-do-pântano.

Geralmente, essa erva dá-se em brejos e pântanos com águas rasas. É composta por folhas lanceoladas (que tem forma de lança), verdes com grandes nervuras e flores brancas.

Sua origem vem das matas brasileiras, é uma erva perene, ereta e rizomatosa. As folhas são longamente pecioladas, com pecíolo anguloso estriado, lâmina cordiforme na base e aguda no ápice, ásperas e mais ou menos coriáceas.

Produzida na região Sul de Minas Gerais, a planta de Chapéu de Couro é indicada para tratar tosse, gripe, resfriado, diminuição do colesterol, arteriosclerose, pressão alta, entre outras situações também comuns.

Medindo entre 1 a 1,5 metro de altura, a planta é conhecida por sua característica hermafrodita, com reprodução esporádica em terrenos mais umidificados.

O chapéu de couro é muito eficiente e possui ações incríveis no sistema urinário. Ainda contém ação diurética, auxilia na eliminação de pedras, faz uma grande limpeza nas vias urinárias.

Também executa ações depurativas, purificando o organismo. É utilizado geralmente para vários tipos de doenças de pele e com resultado ótimo para o excesso de ácido úrico.

Existem várias formas de utilização, podendo ser consumido como chá, tintura, cápsulas e extrato fluído. Quando o problema é mais grave, onde busca-se uma resposta rápida, é mais recomendado o uso do extrato fluido. E em casos mais crônicos o uso do chá pode ser uma excelente alternativa.

Também pode usar o banhos de rosas em conjunto porque vai ajudar a cuidar mente, corpo e alma.

Se você gostou do que até aqui, então continue lendo este artigo que preparei para você e aprenda tudo sobre o chapéu de couro.

 Para quem ele serve?

  • Para pessoas que sofrem de problemas urinários;
  • Para pessoas que sofrem com retenção de líquidos, ajuda, pois possui ação diurética;
  • Indivíduos que tem pedra nos rins, pois auxilia na eliminação de pedras;
  • Ajuda a pessoas que possuem problemas com excesso de ácido úrico;
  • É bastante útil para o tratamento de inflamações de garganta e cura de feridas e
  • Trata doenças como artrite,artrose, reumatismo, problemas de estômago e rins, infecções de pele, colesterol alto, hipertensão e doenças do fígado.

Benefícios do chá:

  • Combate inflamações, com sua propriedade anti-inflamatória;
  • Consegue dar alívio a dores;
  • Utilizado para o tratamento do ácido úrico;
  • Trata problemas no estômago, como a estomatite;
  • Infecção urinária pode ser cuidada com esse chá;
  • É eficiente no trato dos problemas com a pele, tais como vitiligo;
  • Feridas e picadas de cobras podem ser tratadas com esse chá;
  • É bom para amigdalite, faringite, gengivite, resfriados e gripes;
  • Consegue dar mais energia, pois é energético;
  • Casos de reumatismo e arteriosclerose podem ser tratados também com esse chá;
  • Controlar a pressão sanguínea;
  • Quem sofre de prisão de ventre pode se beneficiar da propriedade laxante desse chá;
  • Lumbago, hérnias, sífilis, litíase, nefrite e bócio são outras patologias beneficiadas com o consumo do chá de chapéu de couro.

Contraindicações:

Por baixar a pressão arterial as pessoas que tem pressão baixa não devem fazer uso do chá.

Grávidas também devem evitá-lo.

Como posso preparar a tintura de chapéu de couro?

Ingredientes:

  • 5 colheres de sopa de folhas de chapéu de couro;
  • 1 xícara de chá de álcool.

Modo de fazer: 

Lavar, secar e picar bem as plantas, depois socar num copo de madeira. Misturar a planta com a metade do álcool que vai ser usado e deixar macerar durante 5 dias em um vidro bem fechado. Após 5 dias filtrar o álcool e guardar em outro vidro. Colocar sobre a planta que ficou no vidro o restante do álcool. Deixar macerar mais 5 dias. Esta segunda maceração é importante porque retira todo o remédio das plantas. Juntar a tintura com a que foi retirada dias atrás, agitar e filtrar. Guardar em vidros conta-gotas; tem validade de um ano.

Modo de usar: Adultos – 3 vezes ao dia, 15 gotas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *