Curso de Avesso Perfeito: 1ª aula

O Início sem nós!

Em três aulas, você vai descobrir a mágica de bordar ponto cruz com avesso perfeito e direito mais do que perfeito!

Toda bordadeira de mão-cheia gosta de descobrir recursos que permitam fazer trabalhos impecáveis, não só no direito, como também no avesso. E justamente essas que você vai acompanhar, passo a passo, em três aulas esclarecedoras.

Repare a diferença de acabamento dos corações. À esquerda, no coração com bolinhas, um exemplo de avesso perfeito. À direita, acabamento convencional, com os arremates pelo avesso.

 

O início

1) Junte as duas extremidades de um fio com 60cm de comprimento e indroduza-o na agulha. Passe a agulha na vertical por entre a trama do tecido pelo direito. Passe a agulha no meio da argolinha formada. 2) Puxe a linha de maneira que a argolinha fique no meio do bloco de fios usado como referência para o ponto – no caso da etamine, o quadradinho. Pegue a trama do tecido novamente à direita. 3) Puxe a linha formando um Y. Introduza a agulha na vertical selecionando o mesmo número de fios à frente e puxe, formando o segundo ponto inferior da carreira de ida. Repita, até completar a carreira.

A primeira carreira de ida e volta

1) Volte cruzando os pontos da carreira de ida, para completar o ponto cruz. Repare que durante todo esse trabalho a agulha é sempre introduzida na vertical, seguindo a trama do tecido. 2) Para arrematar o último ponto, passe a agulha sob o último fio cruzado. Se a textura do tecido permitir – no caso, a etamine – você pode também passar a agulha entre os fios da trama. 3) Introduza a agulha na vertical entre a trama do tecido e repita as duas sequências anteriores para o ponto ficar bem firme. Corte a linha bem rente ao bordado.

O ponto cruz isolado

1) Para fazer um ponto isolado, o início é idêntico ao indicado na primeira etapa, acima. Depois que obter o Y, volte coma agulha para o ponto inicial e leve-a para baixo, passando entre a trama do tecido, para formar o X. 2) Leve a agulha para o canto oposto em diagonal, passando sob a última linha cruzada. Para o ponto Não ficar muito volumoso, pode-se passar a agulha entre a trama do tecido – mas só no caso da etamine. 3) Desça novamente, introduzindo a agulha na vertical. Repita as duas sequências anteriores quantas vezes achar necessário para prender bem a linha antes de cortá-la. Ou, então – no caso da etamine -, passe a linha por trás da trama do tecido, pelo avesso, até chegar ao lugar do próximo ponto.

E na próxima aula…

Você vai aprender os truques para descer ou subir na vertical, em diagonal e alternando os pontos. Não perca!

Fonte: Manequim Ponto Cruz

Ponto atrás

Muitas dúvidas sobre o ponto atrás, que realmente não é ensinado nesta aula porque não é o foco.  Porém aqui neste vídeo, você pode aprender e ainda conferir várias outras aulas no canarl WR Ponto Cruz Artes.

Sobre o autor

5 comentários

  1. Niccole

    ola, tenho uma duvida, gostava de saber qual o ponto que devemos deixar por cima ? è que já vi trabalhos em que o ponto por cima fica com este aspeto / e outros em que o ponto que fica por cima é .
    ou pode ficar ao nosso critério?

    Obrigada

     
  2. Deia Klier

    Menina do céu! Acho que vou te agradecer pro resto da vida por esse post!
    Faço ponto cruz há anos, mas meu início nunca ficava legal. Eu sempre começava pelo avesso.
    Estou fazendo uma toalhinha utilizando essa dica e está ficando a mais perfeita que já fiz.
    Muito obrigada!!!!!!!!

     

Os comentários estão fechados.